Tour Virtual
Português Español English
CHUVA MODERADA - 23 de Outubro de 2017 - Muitas nuvens e chuvas periódicas. MIN 18º MAX 24º
NauRoyal

DESIGN GCP

DESIGN  GCP

"A prática da arquitetura responsável é realizada através de entendimentos holísticos e de equipes multidisciplinares orientadas pelo objetivo de criar projetos eficientes no uso dos recursos naturais e na promoção do bem-estar. Cabe à arquitetura definir um partido e forma arquitetônica que apresente a melhor orientação solar e iluminação natural sem acrescentar carga térmica, para evitar grandes demandas de sistemas de climatização e uso de energia. O conforto térmico dos projetos energeticamente eficientes representa o equilíbrio entre forma, sistemas construtivos e tecnologia de sistemas de engenharia. A escolha dos materiais empregados deve estar alinhada com as condições bioclimáticas e apresentar durabilidade compatível " por Alessandra Araujo GCP Considerando todos estes princípios, o projeto GCP Arquitetos e Nau Royal, propõe a integração de elementos arquitetônicos, sistemas hidráulicos, iluminação e climatização. As estruturas das varandas, caixas em balanço, são elementos de sombreamento. Os mezaninos das suítes também evitam transferência de calor com a instalação de decks de madeiras certificadas. As áreas internas do hotel recebem iluminação natural através dos espaços envidraçados nas fachadas protegidas da insolação com ripado de madeira certificada, também visa minimizar o impacto visual com o entorno, fazendo com o que mesmo seja parte e complemente o ambiente. Em relação ao consumo de energia, a iluminação é predominantemente composta por LED, que além de garantir eficiência evita geração de carga térmica. O sistema de iluminação também é otimizado com sensores de presença em ambientes de ocupação temporária e sensores de luminosidade. O aquecimento da água é realizado através de sistemas de solares, contribuindo significativamente no consumo de energia ou outros recursos. O sistema de climatização é eficiente não apenas pela escolha correta de equipamentos, mas também pela automação no funcionamento. Todo o gás refrigerante utilizado é ecológico. O projeto prevê expressivo reaproveitamento de água. Todo o efluente doméstico é tratado em Estação de Tratamento de Efluentes e atende a demanda de água não potável do empreendimento. Metais e válvulas possuem dispositivos controladores de vazão para evitar desperdícios. Diversos materiais e acabamentos foram selecionados considerando ciclo de vida, desde: matéria prima - produção – descarte e resíduos. Exemplos: porcelanato prensado, pinturas com tinta material a base de água, vidros e aço cortem. Optamos por utilizar sistema de reservatórios pressurizados que evita a construção de reservatórios de alimentação por gravidade acima do corpo do hotel, assim respeitando medidas ambientais de volumes e alturas permitidas pela legislação em áreas a beira mar. Os apartamentos em modelos duplex foram decorados por Debora Aguiar visando maximizar o espaço da suíte, com espaço reservado entre quarto e banheiro, e em ambientes de lazer e maior circulação ganharam mais abertura, como sala e solário. Os projetos de arquitetura e paisagismo se integraram desde o inicio de forma a trazer o máximo de contato entre os hospedes, as plantas, as águas e a terra, sem falar no contato com a areia e o mar que, alem de visual o tempo todo, esta à segundos de distancia. A equipe da GCP Arquitetos recebeu o prêmio "Melhor da Arquitetura 2011 - categoria: Hotelaria" da revista Arquitetura & Construção, pela qualidade do design e conceitos de sustentabilidade incorporados ao Nau Royal e agora foi nomeado o hotel sustentável do ano 2013, pelo guia 4 Rodas. Fotos Nelson Kon
 


NauRoyal
Alameda Patriarca Antonio José Marques, 1533 (antiga Estrada de Cambury, 1057)
Fones 12 3865 4486    /    3865-4210
Como Chegar